Voo diurno ou noturno?

02/02/2018

É melhor viajar de avião de dia ou a noite? Esta é uma dúvida muito freqüente entre os viajantes, não é verdade?

Bom, se você está saindo de férias, eu diria: tanto faz!!!! Rssssss

Mas não é bem assim e existem aspectos a serem considerados antes de fechar a compra da passagem aérea, seja para uma viagem a lazer, seja para uma viagem a trabalho.

Vou descartar aqui aspectos como preço, conforto, serviço de bordo e outros fatores igualmente importantes na escolha da empresa aérea e do voo, e falar apenas sobre o aspecto "horário do voo".

Você sabia que diversas pesquisas já revelaram que, de uma maneira geral, os passageiros de trajetos mais curtos preferem voar de dia, e os passageiros de voos longos, a noite?

Lembro-me bem que quando trabalhava na VARIG, a empresa, por diversos motivos mas também em função desta preferência, colocava a grande maioria dos seus voos de longo curso para a Europa, EUA e Ásia em horário noturno. Já o pico dos voos domésticos era em período diurno, no começo da manhã e final da tarde. E isso se deve, sobretudo, aos executivos que viajam a negócios.

Para eles voar de dia em trechos de 1h, 2h, 3h, até 4 horas, permite maior flexibilidade e, muitas vezes, que a ida e a volta sejam no mesmo dia. O executivo parte de manhã cedo, cumpre seus compromissos profissionais e embarca de volta no final da tarde, chegando em casa a tempo de jantar com a família. Isso traz não somente maior satisfação pessoal, como também reduz custos para a empresa, uma vez que evita gastos com alimentação e hospedagem dos seus funcionários em viagem a trabalho.

Vai viajar a trabalho para destinos próximos? Vá de dia, é melhor. Dá até para ir e voltar no mesmo dia, em alguns casos.

Um voo em horário inadequado pode transformar seu compromisso
em um pesadelo...rss

Se a viagem a negócios é mais longa (eu diria que acima de 4 ou 5 horas, mas sobretudo nos trechos transcontinentais de 9, 10, 11 horas), o mais indicado é optar por um voo noturno. Assim o passageiro pode dormir no avião (ok ok ok, estou considerando aqui a viagem em Classe Executiva...na Econômica sem chances de dormir, muito menos de ter um bom sono...rss) e chegar descansado ao seu compromisso no dia seguinte.

Mesmo que seja em Classe Executiva, é sempre mais difícil dormir em voos longos durante o dia. Prefira viajar a noite.

Para quem vai a turismo e não faz tantas exigências em relação à agenda de horários, o script é mais ou menos o mesmo...trechos curtos, melhor voar de dia, afinal você já poderá aproveitar o destino no mesmo dia. Trechos longos, melhor voar a noite, é menos cansativo - mesmo que você não consiga dormir, apenas "cochilar" no avião (agora se você é daqueles que dorme fácil em avião, em qualquer posição, aí não tem dúvida, vá a noite!). E você ainda economiza uma diária de hotel.

Hã, como assim?

Simples, se você pega por exemplo um voo diurno para Miami na segunda-feira, vai chegar lá no começo da noite da segunda, não vai? Dificilmente vai aproveitar algo na cidade nesta noite, então é chegar, ir para o hotel, comer algo e dormir....só vai começar a "aproveitar" a viagem no dia seguinte, terça-feira. Agora se você vai para Miami na mesma segunda-feira, mas no voo noturno, vai chegar lá na terça de manhã, bem cedo, a tempo de aproveitar o dia. Com uma diária de hotel a menos na conta!

Está de férias? Seu destino não é muito longe? Opte pelo voo diurno...

...assim você já consegue aproveitar o destino no dia da chegada. 

Mas cuidado, tem algumas pegadinhas, fique atento.

Para quem vai à Europa, por exemplo, e opta por um voo "noturno", mas que sai no período da tarde (é considerado voo noturno pois mesmo partindo de tarde a maior parte dele é realizado a noite), ele vai chegar ao destino de manhã, muito cedo (alguns no final da madrugada). Ok, mas qual o problema? O problema é que chegando muito cedo, e sabendo que na maioria dos hotéis o check-in começa a partir do meio-dia, você vai ficar plantado na recepção do hotel sem ter o que fazer até que seu quarto livre e você possa enfim deixar as malas, tomar uma ducha, trocar de roupa.

Fica a dica, seu voo noturno chegará cedo no destino? "Negocie" com o hotel um check-in mais cedo, ou ao menos um lugar para guardar as malas, o que te deixará livre para já fazer um passeio enquanto seu quarto não fica disponível. Lembre-se que muitos voos do Brasil para a Europa operam neste horário da tarde (por exemplo, voos da Lufthansa, Iberia, Alitalia, Tap, Air France e British Airways) e que a maioria dos voos para os EUA decolam a noite e chegam ao destino bem cedo.

Se o seu voo chega muito cedo, provavelmente você terá de esperar bastante para poder finalmente receber as chaves e ir para seu quarto no hotel

E por falar em chegar cedo demais para entrar no hotel, ou tarde demais para ainda aproveitar o dia no destino, tem mais um fator a considerar. Após um longo voo e com fuso horário fazendo efeito, você prefere chegar e dormir uma noite inteira para se "recuperar" e começar com tudo no dia seguinte? Neste caso, a opção é voo de dia. Ou quer chegar e já aproveitar para passear e se divertir no mesmo dia da chegada? Neste caso, opte pelo voo a noite, com chegada de manhã cedo.

Aliás, falando em fuso horário e nos seus efeitos (o Jet Lag, onde seu relógio biológico está fora de sincronismo com o horário do destino), existem algumas recomendações interessantes, como por exemplo já colocar seu relógio no horário do destino, assim que embarcar no avião. Desta forma você já vai se "habituando" e se "adaptando" psicologicamente a ele. Inclusive, se der, tente já se alimentar e dormir no avião de acordo com o horário do destino. 

Mas vamos lá, voltando a falar sobre horário do voo. 

O cenário que deve ser mais evitado para voar, em se tratando de horário, é naqueles voos de curta e média distância operados no final da noite e madrugada (lembram do "corujão"?). Tem coisa pior do que voar por exemplo de São Paulo para Recife, saindo às 22h30 e chegando às 01h30? Ruim em quase todos os sentidos...mas eu disse "quase", pois muitas vezes esses voos "micados" têm tarifas mais atrativas.

Ah, outro aspecto importante a ser considerado: se você vai viajar em um voo diurno bem cedo, tenha em mente que sua noite anterior não será das melhores. Além de estar agitado para viajar, você terá de acordar de madrugada para ir ao aeroporto (o que pode até ser bom, pois haverá menos trânsito no trajeto)...para muitos vale a pena o "sacrifício"..."depois eu durmo um pouco no avião e me recupero", dizem eles.

Para finalizar, uma outra dica, essa porém sem relação com o horário, mas sim com o dia da viagem. Vai pegar um voo a turismo? Dê preferência para os finais de semana, seja na ida como na volta. Assim você terá um deslocamento mais fácil de casa para o aeroporto e vice-versa. 

Na hora de escolher o horário do seu voo, não esqueça de levar em consideração
o trânsito que vai pegar para chegar ao aeroporto.

Algumas outras dicas:

- se o seu voo é longo e durante o dia, tente se cansar bastante um dia antes e/ou dormir pouco. Assim você terá mais chances de sentir sono e dormir durante parte do trajeto, mesmo sendo de dia.

- na mesma situação, voo longo e diurno, leve um bom livro. Caso não queira ou não se interesse pela programação de entretenimento oferecida pela empresa aérea, você terá algo para passar o tempo.

- em voos noturnos de longa duração, procure levar consigo um daqueles travesseiros para o pescoço ou até mesmo o seu travesseiro de dormir....sério? Sério, eu faço isso. Sempre levo meu travesseiro nas viagens, para utilizar não somente nos hotéis (sou meio chato em me adaptar com outros travesseiros), como inclusive no avião.

- Quer dormir no avião? Não exagere na comida e procure se alimentar com algo mais leve e saudável. Claro, isso vai depender muito do que lhe será oferecido pela empresa aérea (em muitas delas, a quantidade do que é servido é tão pouca que você nem precisa se preocupar com abusos...kkk)

- Mais uma dica para dormir no avião. Evite reservar um assento próximo aos banheiros (o constante ir e vir dos outros passageiros vai lhe atrapalhar bastante) ou às áreas de serviço (onde a luz e a conversa dos tripulantes pode lhe incomodar).