O incrível Golfo di Orosei, na Sardenha

05/03/2018

A maioria das pessoas que planeja uma viagem à Europa acaba sempre optando pelo mais tradicional, incluindo sobretudo as grandes capitais em seu roteiro. 

Poucos, muito poucos, incluem a ilha da Sardenha nos seus planos. Os demais não sabem o erro que estão cometendo! 

A Sardenha, que pertence à Itália, é LINDA! 

Com uma superfície de 24.000 km2, oferece uma linha costeira com mais de 1.800 km! E que linha costeira!

Portanto, vai aí a dica: Separe aluns dias de sua viagem para conhecer esse pedacinho do paraíso no Mediterrâneo. E, dentro deste pedacinho, tem um "pedacinho-pedacinho" ainda mais especial, que recomendo MUITO!

Chama-se "Golfo di Orosei"

Sabe aquelas imagens de mar azul turquesa com barquinhos que parecem levitar de tão transparente que a água é? Aquelas imagens que você acha que só existem mesmo em prospectos turísticos tipo "engana-trouxa", pois não podem ser reais?

Pois lá elas são sim!

E "Uau" é a palavra que talvez você mais use nos dias que estiver por lá! 

Para chegar lá, recomendo pegar um voo até Olbia, que fica ao norte da Sardenha (de Roma são cerca de 45 minutos de voo somente). No aeroporto, alugue um carro ou solicite um transfer e rume ao sul por cerca de 80Km, a maior parte em auto-estrada rápida (você levará pouco mais de uma hora). 

Em boa parte do caminho, pelo interior, você será acompanhado de uma paisagem seca, com muitas pedras, morros e colinas...ovelhas pastando (o famoso queijo pecorino sardo é típico de lá), oliveiras e pequenas vilas vão se seguindo....depois, em estradinha mais estreita, você começa a subir e de repente, à saída de um túnel e lá de cima, o mar se abre à sua frente! A descida é lenta, toda em zigue-zague até chegar à pequena Cala Gonone, com seus pouco mais de 1.000 habitantes.

É lá que você deve se hospedar. Há diversas opções, a maioria delas preservando a simplicidade do lugar. Eu fiquei no Hotel Cala Luna, posso recomendar. Está muito bem localizado na rua principal à beira-mar.

Deck do Hotel Cala Luna e, mais abaixo, seu simpático restaurante à beira-mar, com o pequeno porto local ao fundo.

Vista aérea da pequena vila de Cala Gonone,
seu QG para desbravar o Golfo di Orosei.

Vista do restaurante e outro hotel da pequena vila. Ao fundo, o Golfo.

Não espere grandes atrativos de Cala Gonone. Como disse, é uma pequena vila. Tem alguns hotéis, alguns bons restaurantes, uma igrejinha, algum comércio, o porto e mais afastado, alguns condomínios mais luxuosos. Tem praia também, mas as melhores, garanto, estão lá dentro do golfo. E é aí que reside o grande barato de Cala Gonone....sua localização estratégica, à entrada do Golfo di Orosei - é portanto o lugar ideal de partida para os passeios (todos de barco) que te levarão às belezas da região, essas sim espetaculares!

O porto local é seu ponto de partida diário para exploração do golfo.

O barco será o seu meio de transporte nos próximos dias. E é muito fácil conseguir um lá....seja nos maiores, das grandes agências (com saídas praticamente a cada hora), até as pequenas lanchas como esta da imagem acima, em primeiro plano, que podem ser alugadas com ou sem condutor. 

Minha recomendação é que você alugue um destes barcos pequenos, com tripulação (afinal, eles conhecem melhor do que ninguém a região e servirão também como guias turísticos, falando da história e de curiosidades do lugar). Se você é daqueles com espírito mais aventureiro e quer "pilotar" o barco por conta própria, deixe para fazê-lo em outro dia, depois de já ter conhecido melhor a região com o acompanhamento de um local.

Antes de sair, passe em um mercadinho e prepare sua sacola de pique-nique. Se eu não estiver enganado, apenas em uma das praias havia estrutura de restaurante. Portanto levar um bom lanche se faz necessário...e aproveite que você está na Itália, o que não falta lá são ótimos frios para montar belos sanduíches!

Não esqueça também do protetor solar, máscara para mergulho (e precisa?) e, importante para nós brasileiros acostumados às praias de areia fofinha, leve uma daquelas sapatilhas emborrachadas, especiais para andar sobre pedras. Sim, as praias de lá, exceto uma ou outra, são de pedrinhas! Pequenas, redondinhas, bonitinhas....mas pedrinhas, e como tal, podem incomodar aos pés descalços. 

Xiiii, não gostei disso.....não sei não. 

Pára! Esquece, você nem vai ligar para isso quando estiver lá, o visual vai deixá-lo anestesiado contra as pedras....rssss

Ok, pronto para zarpar!

Abaixo, o mapa do Golfo di Orosei. A direita, no canto inferior,
está Cala Gonone, de onde partem as excursões. Inda para a esquerda,
sucedem-se as grandes atrações da região.

A medida que a vila vai ficando para trás ao seu lado direito vão se aproximando grandes paredões de pedras, cada vez mais altos e impressionantes...que contrastam de forma única com o azul do mar!

E tudo vai ficando cada vez mais bonito à medida que você adentra no golfo....além dos paredões, agora você começará a avistar diversas cavernas esculpidas pelo mar nas rochas...muitas....e se estiver em um barco pequeno, dá até para entrar em algumas delas. Show demais!

Inúmeras cavernas fazem parte deste cenário deslumbrante.

A água do mar vai ficando cada vez mais clara e translucida...e as praias (a maioria pequenas, escondidas entre as rochas) começam a se mostrar...uma mais bela que a outra! Você vai pedir para o moço do barco parar a todo instante, vai querer descer em todas elas, parar em todos os cantinhos para dar um mergulho....tudo à sua volta estará te encantando, garanto!

Um dos destaques do golfo é a Cala Goloritzé, uma pequena praia formada em 1962 por um deslizamento de terra. Ela é muito especial pela formação incomum das pedras que formam um arco e uma gigante "agulha" no canto direito. Foi adotada como Monumento Natural e depois declarada Patrimônio da Humanidade. 

A famosa ponta de Cala Goloritzé...

...e detalhe da sua pequena praia (gente, olha que maaaar!!!!)

Cala Goloritzé e seu formato único.

Se quiser vê-la do alto, fique a vontade....eu estava com um machucado no dedinho neste dia, então não puder subir...hehehe

Mas passar de caiaque, bóia ou até nadando
sob este arco dá para encarar, não é?

Outra ótima pedida é a Cala Luna, com suas incríveis cavernas. E por ser também uma praia relativamente grande e contar com um pequeno restaurante e pequena estrutura para turistas (com aluguel de cadeiras, guarda-sol e caiaques), é talvez a mais procurada pelos turistas. Mas não só por isso....muito pelo contrário. 

O que faz dela um sucesso é sua beleza ímpar! Águas calmas transparentes que são um constante convite para banho...pedaços de areia....um riozinho, mata e montanhas altas ao fundo. Indescritível!

Ah, se você gosta de caminhar, há diversas trilhas locais que prometem também outras lindas paisagens.  

Abaixo, alguns dos encantos da Cala Luna.

Outro lugar especial dentro do golfo é a Piscine di Venere (Piscina de Vênus), com seu mar incrivelmente azul. Peça para o barco parar e nade com os peixinhos...jogue um pedacinho de pão e pronto, estará rodeado por milhares deles!

Mais uma dica imperdível? Cala Mariolu!

Das que eu vi, foi a que mais me deixou boquiaberto pela clareza de sua água. Pequena, escondida, encrustada entre paredões de rochas....e por isso mesmo, muitas vezes cheia. Parece que oferece um barzinho na praia...quando eu fui não havia. As enormes rochas à sua volta proporcionam ótimos locais para mergulho, como se fossem trampolins naturais.

Cala Mariolu é uma verdadeira piscina!

Existem diversas outras prainhas no Golfo di Orosei, além de outras regiões ótimas para um mergulho....vale a pena pesquisar e começar a planejar desde já uma visita à esta região mágica. 

Se tiver mais tempo, sugiro ainda uma escapada até o norte da Sardenha para mais alguns dias de descanso e paisagens incríveis na região de Palau e da Ilha de La Madallena. Quando fui me hospedei no Hotel Capo D´Orso Thalasso & Spa, altamente recomendado.

Aliás, o norte da Sardenha merece também um post a parte....em breve tento escrever sobre esta região também!

Já que está na Sardenha, que tal esticar e ficar alguns dias no
Hotel Capo D´Orso Thalasso & Spa, no norte da ilha?