Na Europa, brincadeira de criança é coisa séria!

29/03/2018

A criançada que viaja com os pais para a Europa pode ficar tranquila, vai ter muita diversão por lá! Pelo menos no que depender da quantidade e qualidade dos parquinhos. Lá, diversão de criança pequena é coisa muito séria!

Ano passado viajamos com nosso pequeno Henry para a Itália e Alemanha, e o que não faltou para ele foi lugar para brincar e gastar energia. Seja nos hotéis, que sempre possuem algum espaço para os pequenos hóspedes, seja nas praças das cidades e nos recantos mais escondidos pelo interior.

É impressionante como esses playgrounds são bem cuidados! Vou contar, neste post, alguns dos que mais nos surpreenderam, além de outras atividades que estavam lá, a disposição para muita, muita diversão!

A começar pelo parquinho vizinho ao nosso hotel, na região de Garmisch-Partenkirche, nos alpes alemães. Com uma linda vista do lago "Eibsee" e aos pés da "Zugspitze", montanha mais alta da Alemanha, oferecia inúmeros brinquedos de madeira, como escorregador, gangorra entre outros. Tinha até tirolesa e um trator (de verdade) para a criançada se divertir! Todos os dias íamos lá com o Henry!

Parquinhos "ecológicos", com brinquedos feitos com madeira de árvores
que morreram naturalmente...e que visual em volta! 

Na mesma região, em um passeio nas montanhas, encontramos um daqueles típicos restaurantes alpinos para almoçar. 

Além da ótima comida, da vista sempre espetacular tinha, claro, um simpático parquinho ao lado...com balanças, escorregadores e até casinha de madeira. E a brincadeira era embalada ao som dos sinos das vaquinhas que pastavam tranquilamente ali do lado. 

Henry e mamãe, brincando na balança...

...e agora, com o papai, se divertindo na casinha de madeira.
Tudo isso no meio do "nada", em meio aos bosques e campos dos Alpes.

Na cidade de Garmisch-Partenkirche, a maior da região (e mesmo assim, muito pequena), outros exemplos de que criança lá tem vez. 

Seja na praça principal, seja no parque da cidade, lá estavam mais e mais brinquedos, a maioria esculpidos em madeira em um trabalho digno de artistas. Olha só esta simpática tartaruga, abaixo, "enterrada" no jardim e com rampa e túnel para as crianças pequenas brincarem.

Além dos parquinhos, existe claro uma enorme gama de outras atividades para as crianças, pequenas e não tão pequenas assim. 

Nas localidades do interior, sobretudo nos Alpes, há sempre uma "rodelbahn" por perto (o que seria isso??? Clique aqui e confira o post sobre este que é um dos grandes baratos dos Alpes) ou algum teleférico, por exemplo.

No começo, Henry estava meio apreensivo ao passear de teleférico...rss.....

..mas logo ele relaxou e curtiu a vista das montanhas.

Criança pequena, principalmente aquela que começou a andar recentemente, adora espaços amplos para poder "treinar" e "explorar", o que acaba também se transformando em uma grande diversão. Como o nosso pequeno não foi diferente, e cada passeio pelas montanhas acabava sendo também uma alegria para ele (e para nós também). 

Por isso, se vai à Europa e tem filhos muito jovens ainda, procure evitar os grandes centros, onde tudo fica mais complicado (afinal, cidade grande é cidade grande, mesmo que nas de lá quase tudo funcione muito bem, incluindo os meios de transporte). Opte, na medida do possível, por lugares mais tranquilos e com mais espaço e interação com a natureza. 

Quando viaja, criança pequena precisa de espaço para gastar energia, descobrir experiências novas e se divertir. Com Henry foi assim...e a viagem foi um sucesso!

Se você vai viajar com criança pequena, tente incluir lugares que tenham água (mar e/ou lago, principalmente). É diversão na certa para eles!

No caso do Henry, que é fissurado por água, o que realmente
fez MUITO sucesso foram as fontes...rssss

Outra coisa que prende a atenção deles, embora possa fazer estragos em sua carteira...rsss...são as lindas lojas de brinquedos. É de ficar maluco! 

São fantásticas, com milhares de opções...um mais bonito que o outro...até nós, adultos, voltamos no tempo e nos sentimos crianças excitadas com tanto o que ser visto...e comprado...kkkkk. O grande destaque, como nas fotos abaixo, fica por conta dos brinquedos artesanais...um show!

Uma coisa bacana é que as lojas de brinquedo da Europa
costumam ter uma área para as crianças...brincarem...sem qualquer compromisso de fazer ou não uma compra.

E que tal levar seu pequeno para um passeio de charrete? Ou então fazê-lo interagir com os animais? Em muitos lugares que passamos havia esta opção e Henry se divertiu com coelhinhos, cabritos, vaquinhas, cavalos, entre outros. O bacana é que eles já vão aprendendo, desde cedo, a respeitar e gostar dos bichos, e isso é uma experiência muito marcante, com toda certeza! 

Voltando a falar dos parquinhos...na região de Merano e Schenna, no Tirol italiano, encontramos um outro que nos marcou bastante e que, assim como a maioria dos demais, ficava em lugar afastado onde jamais se encontraria algo parecido aqui no nosso Brasil, por exemplo. 

Subimos uma montanha de bondinho e lá no alto, junto ao restaurante, uma pequena igrejinha e diversas trilhas para caminhadas com visual de cair o queixo, encontramos novamente um espaço bastante grande dedicado às crianças....mais uma vez, brinquedos de madeira, em ótimo estado de conservação, e um fantástico pula-pula, no nível do chão, o que garante maior segurança...a cama elástica era enorme....um paraíso para os kids.

Pula-pula...

...teia de aranha? rsss...é para criança Dri...rsss....

...e uma espécie de rede de balanço...tudo isso com vista incluída no pacote...rsss

No hotel de Schenna, assim como nos demais que passamos, havia além de brinquedos no jardim, também completas brinquedotecas em espaços internos (bom para aqueles dias de chuva, não é?). 

Tem de tudo, piscina de bolinha, casinha colorida, escorregador, jogos de montar, carrinho, bonecas, livros infantis, entre outros. E note que não falei vídeo-game. 

Sim, lá parece que eles dão atenção aos brinquedos educativos em lugar desses mais tecnológicos...no que, aliás, concordo plenamente! Ponto para eles!

E por falar em hotel, procure sempre optar por aqueles que possuem, além desta estrutura de brinquedos, também piscina (sobretudo aquecida). Isso faz uma enorme diferença na hora de divertir seu pimpolho...e para agente se divertir também, porque ninguém é de ferro...rssss

Vale lembrar que em muitas cidades europeias há ainda a opção de piscinas públicas, as quais são ótimas também. Vai no verão? Aproveite!

Hotel com piscina é garantia de diversão para os pequenos e também para os "pequenos" grandes....rsss...seja piscina externa...

...seja piscina interna e aquecida....de preferência, que tenha as duas...rsss

Choveu? Criança adora água, não é? E agente, sempre zeloso, acaba muitas vezes proibindo criança de ser criança e mantendo os pobres coitados em ambiente fechado. 

Claro, não vamos abusar e colocá-los em risco, bom-senso não faz mal a ninguém...mas de vez em quando, durante a viagem, deixe seu pequeno se divertir um pouco na chuva também, faz bem...rssss

Tem "parquinho" melhor do que brincar na chuva,
na lama e em poça d´agua? ...hehehe

Os dias de nossa viagem foram passando e o roteiro, em cada novo destino, seguindo mais ou menos o mesmo padrão...onde quer que íamos, sempre encontrávamos espaços amplos dedicados às crianças....foi assim em Malcesine, no Lago de Garda (Itália), nos Dolomites (Itália) e em Berchtesgaden (Alemanha).

O que mais me surpreendeu, e acho que já falei sobre isso em algum outro texto postado aqui, é que você escolhe uma "trilha" para passear....anda, anda e anda em meio a bosques, rios e montanhas...se afasta de qualquer sinal de civilização, estando rodeado apenas pela mãe natureza e na companhia, vez ou outra, de outros locais e turistas caminhando. 

E de repente ali, no meio desse "nada", você encontra um parquinho....grande, cheio de atrações e sempre muito, muito bem mantido, parecendo novo! 

E aí seu filho vai por exemplo brincar na caixa de areia...e tem carrinhos e outros apetrechos a disposição, para ele brincar. Você usa, brinca e deixa lá, para o próximo que aparecer....parece lógico, não? E para eles é! 

Quem estranha, infelizmente, somos nós, acostumados à nossa triste rotina de violência e falta de confiança....é, o Brasil tem muito a evoluir ainda, e muito a aprender! 

Playground no meio da natureza, longe da cidade...e que playground!

Espaço para crianças no meio de uma trilha, em Schermoos, tirol italiano.

Esses caminhões, carrinhos, balde e pá não eram do Henry. Estavam lá, a disposição...e ninguém leva embora...é uma aula de respeito.

Pula-pula no enorme jardim do hotel em Berchtesgaden, Alemanha.

Um passeio de barco ou pedalinho é também uma ótima pedida
para divertir a criançada na Europa.

E se mesmo com todas essas opções de entretenimento seu filho de repente se entediar, dá um brinquedo para ele....rsssss

Na Europa agente se sente assim, pequeno novamente....rssss....