Jantar a luz de velas a 10.000 metros de altitude

29/06/2018

O jantar à luz de velas da Turkish Airlines


Ninguém nega que um jantar a luz de velas tem um charme todo especial, criando um ambiente aconchegante para uma refeição memorável. Pode ser um encontro romântico, um evento comemorativo (ou até motivado pela queda da energia elétrica que, neste caso, não tem o mesmo charme...rsss)...pode ser em casa, no restaurante, na praia, na fazenda...

Mas espere....a bordo de um avião?

Pois é, pode parecer surpreendente para muitos, mas saiba que sim, é possível desfrutar um jantar a luz de velas em um avião. E sem nenhum risco de incendiar a aeronave...rssss

Mas como?

Bom, primeiramente você precisa ter cacife para pagar uma passagem aérea na Classe Executiva...e nada de voo curto, tem que ser voo de média/longa duração, aqueles com 6, 7, 9, 10, 12 horas!

Uau, eita jantarzino caro hein? Rssss

Depois, é preciso que você esteja viajando por duas empresas aéreas específicas. A sorte é que ambas voam para o Brasil, então olha só, esta experiência pode ser viável hein?

Apenas a Turkish Airlines, pioneira neste tipo de inciativa, e a Qatar Airways oferecem serviço de refeição gourmet à luz de velas.

A primeira voa diariamente entre São Paulo e Istambul e a segunda, também diariamente, entre São Paulo e Doha. Tanto Istambul como Doha são excelentes centros de distribuição de voos. Ou seja, ótimos pontos de conexão para destinos do mundo todo e, desta forma, os voos dessas empresas são muito populares entre os brasileiros que viajam sobretudo para o Oriente Médio, Ásia e Oceania.

Ok, mas vela (e fogo) a bordo não é perigoso? Sim, e como!

Tanto é que já há algum tempo, por exemplo, não se pode mais fumar a bordo. Quem nunca ouviu falar na tragédia do voo da Varig em Orly, na França, quando a bituca mal apagada de um cigarro, jogada na lixeira de um dos lavatórios, acabou incendiando a aeronave em pleno voo? (clique aqui e leia breve relato sobre o ocorrido)

Claro, então, que as velas não são reais!

Em formato de lanterna turca (Turkish Airlines) e árabe (esta mais recente, na Qatar Airways), trazem em seu interior uma lâmpada que faz as vezes de vela. E o efeito fica muito bonito...e real! Quem já viu garante que parece de verdade!

A nova lanterna árabe que faz parte do serviço de Executiva da Qatar Airways

As lanternas turcas montadas no carrinho de serviço da Turkish Airlines,
antes de serem entregues aos passageiros...

...e o detalhe da lâmpada que faz as vezes da vela, no interior da lanterna.

E o efeito bacana que da lanterna na mesinha de refeição.

Não por coincidência essas duas empresas são famosas pela qualidade superior de seu produto. Tanto a Qatar Airways como a Turkish Airlines primam por oferecer excelentes refeições gourmet em sua Classe Executiva e a luz da vela só dá um toque ainda mais especial a tudo isso.

A título de curiosidade, a empresa do Catar foi eleita ano passado a "Melhor Cia. Aérea do Mundo", e sua Classe Executiva eleita a "Melhor da Indústria". A empresa turca não ficou atrás e ganhou o prêmio de "Melhor Refeição de Classe Executiva" e "Melhor refeição de Sala Vip de Classe Executiva".

E já que estamos falando de criar um ambiente todo especial a bordo para a hora da refeição, você sabia que a Turkish Airlines tem, nesses mesmos voos de média e longa duração, em Classe Executiva, um chefe de cozinha a bordo? E não é algo meramente decorativo, simplesmente pelo marketing.

Não, eles não são comissários de bordo vestidos de cozinheiro, eles são verdadeiros chefes de cozinha (são cerca de 200) que possuem o mesmo treinamento dos comissários para que possam executar seu trabalho a bordo.

Eles estão lá pelo marketing, claro, porque visualmente é algo atrativo, diferente. Mas estão lá também para preparar os coquetéis e principalmente para fazer o preparo final dos pratos que serão servidos aos passageiros. E eles mesmos também acabam ajudando no serviço, dando dicas e explicações sobre os pratos e bebidas oferecidos.

Não é sensacional? Jantar a luz de velas a 10.000 metros de altitude e com pratos elaborados e servidos por um chefe de cozinha a bordo?