Eu gosto é de janelinha

02/01/2018

Tá, sou sim meio nostálgico....me acostumei (mal) viajando entre São Paulo e Rio de Janeiro no Electra da VARIG! Sim, a viagem era mais demorada, seus 4 motores a hélice barulhentos, não tinha entretenimento de bordo....ou melhor, tinha sim...como voava mais baixo e lento que os jatos de hoje, e com suas grandes janelas, o grande entretenimento dessas viagens era, sem dúvida, contemplar as belas paisagens que se seguiam.....o mar de prédios da paulicéia, Ilhabela, Ubatuba, Paraty, Angra e suas infinitas ilhas...a restinga da Marambaia (aquela linha de terra que vai afunilando até sumir no mar) e, o gran finale, as deslumbrantes paisagens cariocas!

Sempre fui daqueles que quando vai viajar de avião considera primeiro o tipo de avião e, principalmente, se tem lugar junto à janela. Se não tiver, nada feito...kkkk

Na aviação atual, porém, a coisa fica mais complicada aos "janeleiros". Não que os aviões de hoje não tenham janelas, nem que eles não voem mais sobre lindas paisagens (se bem que até um céu cheio de nuvens é, lá de cima, uma vista encantadora)...tem até avião de última geração (o Boeing 787 Dreamliner) que também possui janelas grandes, similares às do saudoso Electra. 

Olhar pela janela continua, portanto, sendo um bom passatempo, mas parece que as empresas aéreas, na busca do "conforto", estão privando cada vez mais os passageiros disso. Principalmente em suas classes "premium". E eu, embora não seja um cliente habitual dessas classes superiores, não gosto nada desta tendência.

Luxuosa suíte de Primeira Classe da Etihad, no Airbus A380. Linda...mas...e a janela?  está lá, longe da poltrona, quase que inacessível.
Luxuosa suíte de Primeira Classe da Etihad, no Airbus A380. Linda...mas...e a janela? está lá, longe da poltrona, quase que inacessível.

O que temos visto ultimamente é o lançamento de super primeiras classes e classes executivas, as quais oferecem de tudo...espaço, conforto, privacidade ... entretenimento individual sofisticado com telas tamanho gigante de altíssima resolução ... cama para dormir ... Wi-fi, tomadas, bar embutido, porta-trecos e etc e etc ... tudo lindo, maravilhoso ... mas aí o saudosista aqui pergunta: e a janela??? 

Sim, ela segue lá, mas agora cada vez mais "escondida" e inacessível! Ou seja, o passageiro paga uma nota, mas no final acaba praticamente sem pode desfrutar do grande barato de voar de avião...que é a vista, a sensação de ver o mundo do alto, em miniatura! 

Executiva da Air New Zeland. Mas hei, a poltrona fica de costas para a janela?
Executiva da Air New Zeland. Mas hei, a poltrona fica de costas para a janela?
O "casulo" na Classe Executiva da Air France "protege" o passageiro, dando a ele mais privacidade. Mas se quiser olhar pela janela, terá de se esticar todo.
O "casulo" na Classe Executiva da Air France "protege" o passageiro, dando a ele mais privacidade. Mas se quiser olhar pela janela, terá de se esticar todo.
Na maravilhosa nova Executiva da Singapore Airlines também é assim....a janela fica lá, "escondidinha" atrás da estrutura da super poltrona.
Na maravilhosa nova Executiva da Singapore Airlines também é assim....a janela fica lá, "escondidinha" atrás da estrutura da super poltrona.
Executiva da Finnair. A janela está lá...mas tão longe, tadinha! Se alguém como eu gosta de colar a cara na janela para ver melhor, esqueça...não dá!
Executiva da Finnair. A janela está lá...mas tão longe, tadinha! Se alguém como eu gosta de colar a cara na janela para ver melhor, esqueça...não dá!
Quer olhar para fora? Faz contorcionismo....e cuidado com o torcicolo...rsss...Executiva da Virgin Atlantic
Quer olhar para fora? Faz contorcionismo....e cuidado com o torcicolo...rsss...Executiva da Virgin Atlantic

É meu dever registrar que, apesar desta minha "reclamação", na maioria das empresas aéreas as janelas seguem próximas e acessíveis aos passageiros. Não como antes, mas ainda assim permitem que os passageiros tenham uma visão externa do seu voo. 

Tem até uma, a Emirates, que inovou. Na sua nova cabine de Primeira Classe do Boeing 777-300, onde cada passageiro dispõe de uma "suíte" privativa, àquelas localizadas no meio da cabine, com corredor dos dois lados e, portanto, sem janela, trazem uma novidade: janelas falsas....sim, isso mesmo, janelas falsas....e uma câmera instalada em uma janela verdadeira reproduz, em tempo real, a vista externa da aeronave nessas janelas falsas....demais, não é?

janelas "falsas" instaladas na parede da suite central da Emirates. Reproduzem imagens externas em tempo real.
janelas "falsas" instaladas na parede da suite central da Emirates. Reproduzem imagens externas em tempo real.

Se eu voaria nessas novas super classes? Claro! Mas que eu faria uma boa pesquisa antes para avaliar bem a configuração das empresas, isso eu faria...e minha escolha recairia, certamente, sobre aquela que oferece conforto, espaço e.....acesso á janelinha!!!