Fazendo as malas (dicas importantes)

11/03/2018

  • Não sou a pessoa mais indicada para falar nesse assunto, pois confesso ter certa dificuldade em arrumar minha própria mala quando viajo....rssss....sempre acabo levando roupa a mais, e até chegar às roupas "eleitas" para viajar comigo, faço inúmeras mudanças....tem camiseta que entra, sai e depois volta para a mala....aí sai de novo e no final acaba indo junto...kkkk


    Mas tirando esse meu problema de indecisão e de exageros (se bem que é sempre melhor levar roupa a mais do que a menos, não é verdade?), ainda assim posso tentar escrever algumas dicas importantes para quem vai viajar. 


  • A primeira delas....comece a arrumar sua mala com antecedência, nada de deixar para a última hora (tá, tá, tá, assumo, sou exagerado...rsss...puxei minha mãe....ambos temos o costume de começar a arrumar a mala muito, muito antes...coisa de meio ano, acreditam?).

  • Não precisa tanto, claro...mas um mês antes é mais ou menos o ideal....assim, com mais calma, você poderá fazer uma escolha mais racional e detectar eventuais esquecimentos com antecedência. Nada pior do que só se dar conta, já no check-in no aeroporto, de que esqueceu aquele casaco bonito para levar à Bariloche, por exemplo ... no inverno...rsss

  • A segunda dica, muito importante: identifique bem sua bagagem. Seja colocando adereços que a tornem fácil de identificar na esteira de bagagens do aeroporto, por exemplo (fitinhas coloridas são uma boa pedida), seja também nas próprias etiquetas de bagagem. Não coloque apenas o seu endereço residencial, coloque sempre também o endereço e contato do hotel em que estará hospedado. 


    Eu, prevenido que sou, já coloco logo o contatos dos dois primeiros hotéis...isso porque, na eventualidade de um extravio, nunca se sabe quanto tempo vai levar até que sua mala seja localizada e entregue....e se o extravio for no voo de ida, você vai querer receber a mala no hotel, e não em casa, certo? rssss


    Uma terceira dica, igualmente muito importante! Se você não está indo viajar sozinho, divida as roupas nas malas dos outros acompanhantes. Por exemplo: quando viajo com minha mulher e meu filho, um terço da minha roupa coloco na mala da Adriana, outro terço na mala do Henry e o último, claro, na minha própria. E eles fazem o mesmo. 


    Qual o sentido disso?


    Se uma das malas extraviar, todos estarão "protegidos" e ninguém ficará sem estoque de roupas para os primeiros dias da viagem, até que a mala seja localizada e entregue.

  • Se a minha mala se perde, terei peças de roupas nas malas deles, e vice-versa.


  • Agora, se você colocar apenas as suas roupas na sua mala, e a sua for extraviada, você ficará sem ter o que vestir nos primeiros dias da viagem...por isso, divida. 


    Tá, e se todas forem extraviadas? Aí, claro, não vai fazer diferença, mas as chances disso acontecer são bem menores.


    Uma outra dica: procure sempre optar por voos diretos. Voos que fazem conexão estão sempre mais sujeitos a extravios. Se for inevitável fazer conexão, tente optar por aquelas que não sejam muito apertadas (com menos de uma hora, por exemplo). Conexões muito curtas e em grandes aeroportos podem fazer com que sua mala não chegue a tempo ao seu segundo voo.

  • Quinta dica: compre uma mala de qualidade, bem reforçada, mesmo que inicialmente ache o preço alto demais. Ela vai durar mais e, mais que isso, será mais difícil de ser violada. Malas com cores fortes e desenhos diferentes podem ser uma boa para ajudar na sua fácil identificação. E não esqueça do cadeado! Cadeados não evitam roubos, mas ao menos dificultam a operação dos bandidos, que vão sempre dar preferência àquelas mais vulneráveis.


    Outras dicas, essas mais comuns, dizem respeito à arrumação interna das malas. Evite deixar pertences mais frágeis nas extremidades, mais expostas a danos causados pelo manuseio (quase sempre feito de forma bruta) das bagagens pelo pessoal dos aeroportos. Deixe eles ao centro, protegidos pelas outras roupas. Aliás, as roupas mais "fofas", como casacos por exemplo, são as ideais para essas extremidades.


    Ganhe espaço colocando meias enroladas dentro dos tênis e sapatos...deixe camisas e camisetas dobadas dentro de sacos plásticos herméticos, ou faça "rolinhos" com elas ... bom, aqui cada um tem sua própria fórmula mágica!


    Ah, lembrei de outra dica: nunca, jamais, never leve objetos de valor nas malas que serão despachadas. Carteira, celular, máquina fotográfica, óculos, notebook, jóias (e até remédios), sempre na mala de mão. A qual deve, também, estar bem identificada e trancada, e mantida sempre próxima durante todo o trajeto. Qualquer descuido pode ser fatal e arruinar sua viagem! Olhos nela, o tempo todo!


    Uma dica final: se vai fazer uma viagem longa e pretende fazer compras, leve uma mala extra para trazer as bugigangas todas. Lembre-se sempre que na volta as roupas, sujas e amaçadas, ocuparão mais espaço e sua mala vai parecer menor que na ida...e se você não tiver uma extra, vai ficar complicado trazer tudo de volta...rsss.

Mala muito cheia? Leve uma segunda

Para identificar mais fácil sua mala, apetrechos como lenço, adesivos coloridos, entre outros, são muito válidos

Arrumar as roupas em "rolinhos" é uma técnica muito usada