É clean e moderno...ou é sem graça mesmo?

05/02/2018

Pode parecer implicância...e se for, ao menos não é só minha. Existem diversos fóruns de aviação onde volta e meia vejo muitas pessoas reclamando também. 

Por que as empresas aéreas estão cada vez mais adotando uma identidade visual onde o branco predomina? Por que elas estão "simplificando" a pintura de seus aviões? A "onda branca" é cada vez mais a predominância nos céus e aeroportos do mundo todo e, me desculpem os que pensam ao contrário, estão tornando o visual muito sem graça!

O mais recente exemplo é o da Lufthansa. A tradicional empresa alemã já fazia parte do grupo das "white companies", usando uma fuselagem toda branca. Mas ao menos tinha ainda o azul e o amarelo na cauda...agora, com a nova identidade visual divulgada nos últimos dias, o amarelo sumiu. Restaram o azul e o branco...muito branco....clean? Moderno? Pode ser....mas sem graça nenhuma!

Cores chamativas, desenhos cheios de estilo e criatividade são quase uma raridade nos dias de hoje! Mas afinal, por que as empresas seguem esta tendência?

Reproduzo a seguir uma matéria publicada pelo UOL em novembro de 2016, que ilustra bem alguns aspectos desta escolha.

Troca de calor

O primeiro ponto está relacionado com o calor. É que o branco é a cor que mais reflete os raios solares. 

Qual camiseta seria mais apropriada para um dia do sol escaldante, uma branca ou uma preta? É esse mesmo princípio usado nos aviões.

Para manter a temperatura interna ideal quando o avião está no solo, é necessário acionar um motor auxiliar chamado de APU (Unidade de Potência Auxiliar, na sigla em inglês). Para funcionar, claro, a APU consome combustível. Em um ambiente que não esteja superaquecido, esse consumo é menor. E o departamento financeiro das empresas aéreas agradece.

A Japan Airlines é uma das empresas que adora o branco
como cor predominante em suas aeronaves...

...assim como a China Eastern e a Finnair.

Visibilidade

A pintura branca dos aviões também agiliza o trabalho de manutenção e aumenta a segurança das operações aéreas. É que o branco aumenta a visibilidade de rachaduras, vazamentos de óleos e corrosões, que podem ser identificados com muito mais rapidez. 

Além de evitar problemas mais sérios, quanto antes um dano for reparado, menor deverá ser o custo do conserto. Há também a questão do tempo. Com inspeções mais rápidas, o avião precisa ficar menos tempo no chão. E avião no chão é dinheiro perdido para as companhias.

A espanhola IBERIA trocou recentemente sua identidade visual,
mudando o padrão colorido abaixo...

Por este mais "limpo" e "moderno", porém bem menos colorido.

Custo da pintura

Pintar um avião é algo bastante caro. Estima-se que, dependendo do modelo e tamanho do avião, o valor deve variar entre US$ 50 mil  e US$ 200 mil. Isso sem contar o tempo que o avião tem de ficar parado no hangar. 

Manter um avião branco com aspecto de novo é muito mais fácil do que evitar que uma pintura colorida se desbote. Por mais que seja apenas uma questão estética, muitos passageiros ficariam com receio de entrar em um avião com cara de mal cuidado.

Ah esses designers das cias. aéreas não estão se esforçando muito, concordam?

Peso do avião

Camadas extras de tinta aumentam o peso do avião, que passa a consumir mais combustível e a gerar prejuízo. A Airbus calcula que um A380 leve 531 kg de verniz e base para a tinta, e 650 kg no total com todas as camadas de pintura. Novamente o branco leva vantagem nessa questão.

Cores claras exigem uma camada mais fina de pintura, consequentemente menos uso de tinta e um avião mais leve. Já as cores escuras exigem mais camadas para atingir o tom ideal.

A Air France é uma das precursoras dessa tendência,
adotando o branco como cor principal já há muito tempo.

A SWISS conseguiu dar um ar sóbrio e elegante às suas aeronaves,
mesmo usando e abusando do branco...

...já a LATAM (que surgiu da unificação das marcas da LAN com a TAM), parece não ter agradado a maioria com sua nova identidade visual....a pintura da LAN, abaixo, era muito mais atraente que a nova adotada pela LATAM (mais abaixo)

Valor de revenda

A cor dos aviões nem sempre é uma decisão exclusiva das companhias aéreas. Boa parte da frota das empresas é adquirida por meio de leasing. Quando acaba o contrato com uma companhia, o real proprietário do avião quer repassar aquela aeronave o mais rápido possível para outra empresa.

Toda a negociação fica mais fácil quando o avião já vem nas mesmas cores de seu futuro operador. O mesmo acontece quando a empresa é a proprietária do avião. Quando quiser revender a aeronave, o valor de mercado será maior .

A AVIANCA é outra que substitui o colorido (veja abaixo)...

...pelo branco "sem muita graça" (vide abaixo)

Após o conteúdo acima reproduzido do UOL, gostaria ainda de comentar sobre outro aspecto. Algumas empresas aéreas adotam o branco na fuselagem para poder utilizar o espaço para aplicação de adesivagem, seja com aspectos comemorativos como principalmente para divulgar propagandas. Fica mais fácil fazê-lo sobre uma "tela branca" do que sobre uma fuselagem colorida.

Em breve falaremos mais sobre este assunto de pinturas especiais e propagandas na fuselagem dos aviões. Aguarde em um futuro post.

Lembra da China Eastern, cuja imagem aparece lá em cima, no começo do texto? Ela é um exemplo de como uma fuselagem quase toda branca pode ser usada para aplicação de imagens promocionais como esta, abaixo.

A japonesa ANA-ALL NIPPON aplicou uma pintura especial
em alguns de seus aviões, alusiva à saga Guerra nas Estrelas.

Uma outra tendência, sempre muito bem-vinda, 
é adotar uma pintura "retrô" em alguns aviões da frota. 
A Lufthansa (abaixo) fez isso recentemente em um de seus Boeing 747-8.

Pintura especial da GOL, promovendo o Rock in Rio.

Ainda bem que existem ainda empresas aéreas que preferem contrariar esta tendência e adotam esquemas de pintura muito atraentes em seus aviões.
Algumas delas até usam o branco na fuselagem, mas compensam com muitas cores na cauda. Abaixo, alguns exemplos...